Conecte-se conosco

Patrulhando a Cidade

Polícia Civil fecha depósito farmacêutico que funcionava de forma ilegal na Zona Norte

Proprietária da empresa foi encaminhada à sede da Delegacia do Consumidor e foi autuada em flagrante pelo crime de falsificação de produto terapêutico ou medicinal

Publicado

em

DECON
DECON (Foto: Lucas Araújo / Super Rádio Tupi)
DECON

DECON (Foto: Lucas Araújo / Super Rádio Tupi)

O depósito de uma empresa distribuidora de medicamentos foi fechado, nesta quinta-feira (18), durante uma ação de policiais civis da Delegacia do Consumidor (DECON), em Colégio, na Zona Norte do Rio. De acordo com os agentes, os estabelecimentos funcionavam de forma irregular e não possuíam documentos emitidos pelos órgãos sanitários competentes, que autorizam a compra, armazenamento, estoque, distribuição e comercialização de produtos farmacêuticos.

Durante a ação, os policiais encontraram medicamentos de uso controlado e que estão sujeitos ao controle especial do Ministério da Saúde. As investigações começaram há três meses, após denúncias de empresas lesadas feitas para a Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA) em relação à fabricação e comercialização de um medicamento endovenoso. O remédio fabricado no Brasil é considerado falsificado por uma empresa da Alemanha, detentora da marca, da patente e única fabricante da medicação.

Segundo a Polícia Civil, a proprietária da empresa foi encaminhada à sede da Delegacia do Consumidor, na Cidade da Polícia (CIDPOL) e foi autuada em flagrante pelo crime de falsificação de produto terapêutico ou medicinal.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *