Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Justiça nega pedido de ex-vereador Jairinho para anulação da cassação do seu mandato

Na decisão, a juíza afirmou que as alegações da defesa de Jairinho não mereciam ser acolhidas

Publicado

em

Jairinho durante audiência de instrução e julgamento do caso Henry Borel
(Foto: Divulgação/Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro)

A juíza Neusa Regina Larsen de Alvarenga Leite, da Sétima Vara da Fazenda Pública, negou o pedido de anulação da cassação do mandato de Jairo Souza Santos Júnior, o Jairinho, na Câmara de Vereadores do Rio.

Para tentar anular a cassação, os advogados de defesa do ex-vereador alegaram que o processo que tramitou no Conselho de Ética da Câmara do Rio não contou com “prova robusta” para decidir pelo fim do mandato.

No entanto, ao rejeitar o recurso, a juíza Neusa Alvarenga afirmou que as alegações da defesa de Jairinho não mereciam ser acolhidas, visto que o procedimento “observou o contraditório e a ampla defesa”.

Jairinho está preso desde 08 de abril de 2021 acusado do homicídio qualificado do próprio enteado, o menino Henry Borel, de quatro anos. Ele teve o mandato como vereador cassado em junho de 2021 e, com a decisão unânime dos vereadores do Rio, também perdeu os direitos políticos por oito anos.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.