Capital Fluminense

Estupro: Vítima diz que não fez corpo de delito por falta de perito em unidade do IML

Caso aconteceu na Zona Oeste. Polícia irá abrir sindicância para apurar a denúncia

Por Cyro Neves

IML
(Foto: Super Rádio Tupi)

A Polícia Civil vai abrir um procedimento interno para apurar a denúncia de uma mulher de 36 anos, vítima de estupro, que disse que foi assaltada e estuprada no bairro de Bangu, na Zona Oeste da Capital Fluminense, na manhã deste sábado (20) e não teria conseguido fazer exame de corpo de delito durante a manhã, no Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande, porque não havia perito.

Segundo a denúncia, ela havia sido informada por  um funcionário, para voltar na próxima segunda-feira (22).

Através de nota enviada a redação de jornalismo da Super Rádio Tupi, a Polícia Civil informou que a mulher fez o exame durante o período tarde sem prejuízo a investigação. A nota também destacou que a polícia civil preza pelo serviço de excelência a população.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »