Destaques

Witzel sofre nova derrota e ministro do STF mantém decisão do Tribunal Especial Misto

Defesa queria anular a condenação do ex-governador do Rio com base na falta do recolhimento das custas processuais no prazo devido

Por Redação Tupi

Imagem do ex-governador Wilson Witzel
Defesa queria anular a condenação do ex-governador do Rio com base na falta do recolhimento das custas processuais no prazo devido
(Foto: Reprodução)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira (01) um recurso apresentado pela defesa do ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel. Os advogados do político tentavam, mais uma vez, questionar a decisão do Tribunal Especial Misto (TEM) que, em abril, o condenou por crimes de responsabilidade na área de saúde e decretou o seu impeachment do cargo.

A alegação da defesa para derrubar a decisão, desta vez, era a falta do recolhimento das custas processuais no prazo devido. No recurso, os advogados afirmavam que o Tribunal Especial Misto teria violado artigos da Constituição Federal, dentre eles, o direito à ampla defesa e ao contraditório. Com base nisso, o recurso pedia o reconhecimento da nulidade do acórdão ou a redução da penalidade ao patamar mínimo legal.

No entanto, Moraes decidiu pela manutenção do veredito dado pelo presidente do TEM, o desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira. Em julho, o magistrado já havia negado o pedido da defesa de Witzel contra a condenação pelo mesmo motivo. Após esta primeira derrota, em agosto, os advogados do ex-governador ainda solicitaram um mandado de segurança contra o processo no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), mas este pedido também foi negado.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Conexão Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »