Capital Fluminense

Justiça concede liberdade provisória para mulher acusada de ofensas racistas na Barra da Tijuca

Caso aconteceu em uma agência bancária da Barra da Tijuca. 'Negro não é gente', disse a mulher

Por Tatiana Campbell

Maria Cristina irá responder pelo crime de injúria racial em liberdade
Maria Cristina irá responder pelo crime de injúria racial em liberdade – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após uma audiência de custódia, realizada nesta sexta-feira (07), o juiz Rafael de Almeida Rezende concedeu liberdade provisória à Maria Cristina dos Santos, que foi detida acusada de injúria racial contra a empresária Fabiana Garcia e outras duas mulheres negras, em uma agência bancária, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, na última quarta-feira (05).

Segundo a Justiça, o magistrado levou em conta o fato da acusada ser primária e a soltura não prejudicar o processo. Medidas cautelares foram impostas como o comparecimento mensal ao juízo e sempre que for intimada.

“Ela também está proibida de se ausentar da cidade por mais de 10 dias, sem prévia autorização judicial, e também de se aproximar ou manter contato com as vítimas. A partir de agora, o processo passa a tramitar em uma das Varas Criminais”, destacou o TJRJ.

De acordo com a acusação, Maria Cristina não conseguiu fazer uma operação bancária e, ao ficar nervosa, passou a ofender as mulheres negras. Segundo as vítimas, ela disse que “negro não era gente”.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »